terça-feira, 17 de dezembro de 2013

Jardineiro da tua alma.


"Deixe-me cuidar do jardim da tua alma...
Vejo tantas plantas secas... flores mortas...
Observo que há muitas ervas daninhas dominando...
Olho em volta e vejo tanta desolação...
Deixe-me arar o terreno do jardim da tua alma e
revitalizar essa lugar tão bonito...
Retirar os entulhos espalhados deixados
por passageiros sem escrúpulos...
Permita-me após todo esse trabalho
que pretendo fazer,
plantar novas mudas de todos os tipos
de flores e plantas...
Serão elas coloridas; perfumadas; alegres; macias...
Serão especiais e bem cuidadas; bem amadas...
Serão de tamanha alegria que ninguém lembrará
do abandonado e mal tratado jardim de outrora...
Deixe-me ser o jardineiro desse jardim
com a promessa de jamais deixa-lo de lado...
Nunca permitir que raízes malignas tentem
se infiltrar dentre as mais belas flores...
Deixe-me cuidar do jardim da tua alma
e verá que valerá a pena confiar e acreditar
que com amor tudo renasce, belo e mágico.

Ari Custódio.

Protected by Copyscape Online Copyright Checker

sábado, 17 de agosto de 2013

A sua espera.


De novo não!!!
Não posso permitir essa paixão a tanto tempo
trancada longe do coração
por não ter você,
tomar conta dele novamente,
como aconteceu uma vez, no passado!
Já havia esquecido como era bom
gostar de você, mesmo sem que você soubesse!
Agora você está de volta e junto,
tudo aquilo que senti há muito tempo!
De novo não!!!
Tivemos nosso reencontro
e uma onda gigante de emoções
me possui por inteiro,
mas dessa vez abri o meu coração
e não escondi o que sinto de verdade!
O que faço agora com o sabor dos seus lábios
nos meus? Com seu perfume impregnado
na minha alma?
Não é justo agora, esse seu silêncio
após me deixar te querendo ainda mais!
Estou aqui a te esperar
e desejo que essa espera não seja em vão,
mas se não for voltar, por favor me diga
para que eu feche a porta do meu coração
e não permita que essa paixão
tome conta outra vez!

Ari Custódio.

sábado, 3 de agosto de 2013

Inesperado.


Tento entender as "brincadeiras" do Sr.Destino e do Sr.Universo...
Como puderam, após tantos anos de "esquecimento" na geladeira,
terem decidido abrir a porta e deixar sair o passado?
Não! Não estou me queixando! Pelo contrário até!
Mas foi algo inesperado!
Não nego que sempre imaginei: "como estaria ela após tanto tempo?"
Mas dai a literalmente jogá-la em meus braços, sem um aviso prévio,
me deixou perplexo e ao mesmo tempo muito feliz,
mesmo estando na situação em que se encontra.
Foi maravilhoso o reencontro com tantas coisas que dissemos.
Muitos sorrisos; abraços; olhares indefinidos; beijos...
Ah... e que beijos...Daqueles que tiram a gente de órbita...
Talvez seja por ser os beijos que há tanto tempo desejava
e desejei lá no passado mas que nunca tive coragem de ao menos tentar...
Éramos tão jovens, com tantos planos de vida mas que por estarmos
em situações bem diferentes, nada pudemos dizer...até hoje!
Seguimos cada um a vida que escolhemos e nos perdemos no tempo que,
por incrível que possa parecer, sempre estivemos muito próximos, sem percebermos.
Parece até que estavam nos preparando para esse dia tão especial!
Foi tudo lindo! Foi!!! Lindo foi!!!
Um reencontro digno de se guardar para sempre no coração
e nas nossas vidas; quem sabe, bem próximos um do outro!

Ari Custódio.

domingo, 21 de julho de 2013

Venha comigo.



Até quanto eu suportarei manter esse segredo
dentro do coração, sem que percebam a dor de não tê-la
regando os meus momentos mais secretos em pensamentos,
invadindo a minha alma de amor, escondido
ante aos olhares das pessoas ao redor,
não percebendo o vulcão de emoções contidas
ao me aproximar de ti?

Gasto todos os meus minutos a te querer
entrando por aquela porta num sorriso largo,
realizando meu sonho de beijar tua boca,
acariciar teus cabelos e sentir teu corpo
leve nas minhas mãos suaves,
deslizando lentamente, num mar de emoções,
intencionalmente na busca do teu coração,
não permitindo que tenhas tempo de negar o
amor que tenho para te entregar.

Venha comigo; sem medo; sem vergonha do passado,
instigando minha vida na direção da tua,
entregando-me de alma e coração
inevitavelmente rasgado de pudores,
realizando um antigo sonho adolescente,
amando e respeitando para todo o sempre...


Ari Custódio.

sexta-feira, 19 de julho de 2013

Dá uma chance.



Por que você não dá uma chance?
Se não for bom não te incomodo mais
Eu queria tanto te fazer feliz
Tenho tanto amor pra te dar

Se precisar conte comigo
Em qualquer hora em qualquer lugar
Eu queria tanto te fazer feliz
Faz tanto tempo que eu oro por você
Te quero tanto, tanto que chega até doer
Abre a porta pra esse amor entrar Deixa eu te amar
Eu sei o segredo de fazer você se apaixonar

Faz tanto tempo que eu oro por você
Te quero tanto, tanto que chega ate doer
Abre a porta pra esse amor entrar
Deixa eu te amar
Eu sei o segredo de fazer você se apaixonar

Faz tanto tempo que eu oro por você
Te quero tanto, tanto que chega ate doer
Abre a porta pra esse amor entrar
Deixa eu te amar
Eu sei o segredo de fazer você se apaixonar
Eu sei o segredo de fazer você... se apaixonar...

by Ari Custódio.

Pimentas do reino.

video

domingo, 14 de julho de 2013

Tempo.



O que significa o tempo,
quando ele parece não dissipar?
Por que muitas vezes,
achamos que estamos livres
mas quando percebemos,
estamos ainda mais aprisionados
ao que nunca chegou a ser?
Tanto tempo ficou para trás...
Tanto tempo seguiu em frente...
Tanto tempo,distantes um do outro...
O que fez com que nos aproximássemos outra vez?
Que destino é esse que manipula nossas vidas
de maneira incompreensível mas que no final,
consegue o seu intento?
Hoje percebi o que eu sentia
nos tempos já distantes...
Hoje senti exatamente o que ficou esquecido,
mas que hoje veio como um furacão,
me arrastando para o seu centro,
me deixando novamente sem ar...
Tê-la novamente em meus braços...
Ter novamente o teu olhar...
Ver novamente o teu sorriso...
Sentir pela primeira vez o gosto
do teu beijo...
Me senti adolescente!
Entendi que é exatamente isso que eu
quero pra minha vida!
Percebi que tudo estava bem aqui dentro de mim,
guardado a muitas chaves, no coração.
Espero que não seja tarde demais...
Aceite o que sinto por você
e te darei o melhor de mim...

Ari Custódio.


Protected by Copyscape Online Copyright Checker

domingo, 16 de junho de 2013

Manhã de um domingo.



E foi ali, em plena manhã de um domingo,
sentado ao teu lado na varanda, que percebi
há quanto tempo te admirava sem saber...
E foi ali, em pé no meio da rua, abraçado a ti
que entendi algumas coisas que me passaram
despercebidas até então...
Tantos encontros... tantos sorrisos e poucas palavras...
Tantas voltas...tantas vezes e só hoje me dei conta...
E se antes eu...
E se eu tivesse dito...
E se...
Hoje, são tantos "se" e sem as respostas
que acho, nunca virão...
Lembro que antes da partida, algumas meias
promessas foram feitas mas que não te surtiram
o mesmo efeito como foi comigo...
Sonhos de tantas coisas que poderiam acontecer...
Coisas malucas eu sei mas que faziam todo sentido
pra mim...
Não!!! Não me arrependo de nada!!!
Fomos juntos apenas alguns passos e nada mais...
Mas o pouco que caminhamos me foi de grande valia
e será impossível deixar pra trás, sem lembrar.
Hoje, você está mais silenciosa, como era de se esperar.
O meu carinho por ti? Ah... É ainda o mesmo de outrora!
E assim, vamos cada um ao seu tempo, contra o suposto
tempo, na busca do melhor para cada um!!!

Ari Custódio.

Protected by Copyscape Online Copyright Checker

sexta-feira, 22 de fevereiro de 2013

Onde está você?


Onde está você, que me enfeitiçou
de tal maneira
com o teu olhar por tanto tempo,
me fazendo viajar em meus sonhos
mais distantes,
sempre em busca do seu toque;
do seu cheiro; do seu roçar?
Quantas vezes me permiti
conscientemente passar
na sua rua, em busca de um sorriso,
mesmo que a distância...
Quantas vezes ouço "aquela rádio"
na esperança de ouvir
indiretamente um recado seu...
O tempo vai passando
mas você não passa!
Ficou um algo de mistério
como que, inacabado...
Aquela música
ainda está na minha mente,
como uma chave do maior
segredo que deve ser trancado
e guardado sob o manto
dos pensamentos.
Num voo louco, lançou
seus feitiços sobre mim,
de maneira que me fizesse
querer ainda mais,
mesmo sabendo do quanto
era proibido...
Ah...
Quem dera ao menos
uma "última" vez poder sentir
o seu perfume outra vez,
a embriagar os meus sentidos...
Quem dera ao menos outra
vez, poder olhar nos seus olhos
e enxergar a bruxa que certa vez
me fez perceber que sempre
vale a pena querer...
Milhares de horas já se foram
mas nunca foram perdidas,
pois sei que você está aqui,
dentro e fora, a voar e perfumar
os meus dias...

Ari Custódio.

Protected by Copyscape Online Copyright Checker